quinta-feira, 24 de setembro de 2009

LATERALIDADE CRUZADA OU AMBIDESTRO


LATERALIDADE CRUZADA

Lateralidade cruzada- Quando as dominâncias do indivíduo não se apresentam do mesmo lado.

Até os 18 meses é nítido o ambidestrismo, ou seja, o uso indiscriminado de ambos os lados.
A partir dos 2-3 anos é que a criança define sua lateralidade.

Quando há dominância direita ou esquerda, não ocorre nenhuma perturbação no esquema corporal, mas quando a lateralidade é cruzada, os distúrbios psicomotores são evidentes e resultam em deformação no esquema corporal.
A lateralidade cruzada pode apresentar :
• mão direita dominante versus olho esquerdo dominante;
• mão direita dominante versus pé esquerdo dominante;
• mão esquerda dominante versus olho direito dominante;
• mão esquerda dominante versus pé direito dominante.

É importante lembrar que na análise da lateralidade excluem-se as deficiências de visão e audição.

As crianças com a lateralidade cruzada apresentam os seguintes problemas:
• alto índice de fadiga;
• freqüentes quedas (é desajeitada e desastrada);
• coordenação pobre, não conseguindo desenvolver satisfatoriamente as habilidades manuais;
• atenção instável;
• problemas de linguagem, especialmente as dislalias, linguagem enrolada e rápida;
• distúrbios do sono;
• escrita repassada, espelhada e de cabeça para baixo ou ilegível
(apresenta omissões de letras ou sílabas e lentidão);
• leitura também comprometida;
• intranqüilidade, sensações de inadequação ou de inferioridade.

Vários autores argumentam que não preferência manual pode levar a problemas dominância hemisférica,ao que se juntam a problemas de linguagem com desordens posteriores das funções simbólicas,como afasia(linguagem),a agnosia(conhecimento) e a apraxia(construção e realização).

13 comentários:

  1. Estou encantada com seu blog. Estou fazendo minha monografia e falo dos resultados negativos que um adulto sofre por nao brincar na infancia. Gostaria que me ajudasse me enviando ideias ou me indicando livros... Fico muito grata. Parabéns mais uma vez !

    ResponderExcluir
  2. Oi Josmalia,tudo bem?
    muito obrigada pelo seu carinho.manda seu email.
    beijos
    Johanna
    o meu johannamelofranco@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Johanna....!esse seu blog me faz sentir orgulhosa em ser terapeuta ocupacional...

    Eliane Degutis de Freitas
    lidegutis2@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Obrigada!Fiquei muito feliz com o seu comentário.A nossa profissão é maravilhosa!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito de seu comentário sobre Lateralidade estou escrevendo minha monografia,se for possível me envie algumas dicas de livros,artigos e outros nesse assunto. Meu e-mail é liliane_mfla@hotmail.com Obrigada liliane

    ResponderExcluir
  6. Fantástico... Parabéns... pela iniciativa e trabalho empenhado em seu blog.

    ResponderExcluir
  7. oi johana tudo bem?
    parabens pela iniciativa de tratar esse assunto tao importante em seu blog, tou fazendo minha monografi nesse assuntoe queria me aprofunda muito mais, voce poderia me indicar alguns livros?
    ficarei grato com sua ajuda!!
    meu email é: mktrumpete@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Marcos,
    indico o livro Lateralidade -Implicações no desenvolvimento infantil Autora Alcídia Magalhães Faria Editora:Sprint

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Interessante seu artigo, cheguei até aqui, pois estava tentando entender algumas questões relacionadas a distúrbios do sono que possuo - na verdade não tenho muita certeza disso, por esta questão estava fazendo a pesquisa -, em determinado artigo encontrei o termo lateralidade cruzada.

    Eu possuo essa característica, mas algumas das consequências não ocorrem comigo, pelo menos nada que eu encare como fora do normal, outras porém são evidentes, abaixo eu listo cada um dos itens citados acima e comento ao lado alguma observação:

    • alto índice de fadiga:
    Eu sempre estou cansado, mas sempre achei que era por noite mal "dormida" ou por excessos.

    • freqüentes quedas (é desajeitada e desastrada):
    Não há quedas, mas também não sou um bom exemplo de coordenação motora - nada fora do normal, acredito!

    • coordenação pobre, não conseguindo desenvolver satisfatoriamente as habilidades manuais:
    Como dito no item anterior, não sou bom exemplo de coordenação motora.

    • atenção instável;
    Em algumas aulas, palestras ou reuniões, se eu não cuidar, meus pensamentos fogem, eu associava isso a fadiga.

    • problemas de linguagem, especialmente as dislalias, linguagem enrolada e rápida;
    Não sei se é o caso, mas antigamente eu possuía dificuldades em me expressar, algumas vezes ainda ocorre (me perdia no meio de uma explicação, simplesmente parece que a idéia foge).

    • distúrbios do sono:
    Me contaram que tenho alguns espasmos musculares a noite, por isso estava fazendo a pesquisa, imediatamente relacionei com a fadiga e por consequencia cheguei aqui.

    • escrita repassada, espelhada e de cabeça para baixo ou ilegível
    Nunca ocorreu.

    * apresenta omissões de letras ou sílabas e lentidão):
    Letras eu nunca percebi, mas em raras ocasiões há omissões de palavras (não acho que seja algo fora do normal)

    • leitura também comprometida;
    Sempre leio muito, entrei na escola sabendo ler - sem chances nesse item.

    • intranqüilidade, sensações de inadequação ou de inferioridade.
    Nunca parei pra notar isso.


    Uma pergunta, como resolvo isso?

    Detalhe, eu possuo 25 anos

    ResponderExcluir
  11. rcarmo, assim como vc eu já tive problema de distúrbio do sono e tenho lateralidade cruzada (pé esquerdo X mão direita) e em quase todos os pontos citados por vc eu tb possuo.

    A questão do sono descobri que tinha apnéia a uns 2 anos (hj tenho 27) graças a namorada que ficou preocupada em me ver dormindo e parar de respirar por certo tempo. Com isso eu resolvi procurar um médico e descobri que tinha 28 apnéias/hora, um individuo normal tem 3 por hora. Meu problema foi resolvido através da remoção das amígdalas onde agora tenho 5 apnéias/hora, o medico se surpreendeu, ele esperava algo em torno de 7/10.

    Hj meu sono é muito melhor e meu cansaço diminuiu em 80% (trabalho 8 hrs/dia e nado 3x semana +- 2mil metros).

    ResponderExcluir
  12. Minha filha tem 2anos e 1 mês, ela usa as duas mãos qdo vai pintar um desenho ela fica em duvida de qual mão usar, as vezes segura o lapis c/ as 2mãos. Ela tb tem os seguintes sintomas:
    • alto índice de fadiga;
    • coordenação pobre, não conseguindo desenvolver satisfatoriamente as habilidades manuais;
    • atenção instável;
    • problemas de linguagem, ela coloca T em tudo e troca R c/ L
    • distúrbios do sono;
    • intranqüilidade.

    O que eu devo fazer???? Qual especialista devo procurar????

    ResponderExcluir
  13. Eu possuo lateralidade cruzada (destro de mão e canhoto de pé), e desses sintomas só possuo a intranquilidade..
    n estou dizendo q esteja errado, pois cada caso é um caso, eu possuo excelente coordenação motora com os pés, e nunca troquei letras nem nada..
    Acho que deveria citar o lado bom de ter lateralidade cruzada, pois pelo q sei grandes atletas possuem (falcão futsal, maradona), além do q as pessoas q possuem lateralidade trabalham os dois lados do cérebro, o que pode ser benéfico para ter um raciocínio rápido.

    ResponderExcluir