quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Estimulação Precoce parte 2

        A Síndrome de Down (SD)  é essencialmente um atraso no desenvolvimento, tanto das funções motoras do corpo, como das funções mentais. Um bebê com SD é molinho, menos ativo; mais isto diminui com o tempo, e a criança vai conquistando, embora mais tarde que as outras, as diversas fases do desenvolvimento.
   
Todas as crianças passam pelas mesmas fases do desenvolvimento. A pesar do desenvolvimento da criança com SD ser mais lento, ele se dará de forma semelhante ao que ocorre com outras crianças. Algumas vezes, a criança apresenta dificuldade em certas aquisições,por isso é importante que ela continue a ser estimulada para adquirir as habilidades motoras, perceptivas, cognitivas e sociais.

JOGOS E BRINCADEIRAS

Os jogos e brincadeiras são instrumentos importantes para ajudar a estimulação da criança e favorecem uma boa relação entre família e criança, pois trazem prazer e satisfação.

Os brinquedos e objetos de uso da criança devem ter um local definido e de fácil acesso, assim ela poderá pegar os brinquedos e deve ser aos poucos estimulada a também guardá-los. Para brincar é preciso uma certa organização, senão a criança ficará confusa e não produzirá.

Brincadeira de esconde-esconde com a sua criança
Agora transfira esta experiência para outros objetos, isto é, esconda brinquedos sob panos e travesseiros e estimule-a a procurá-los.  Continue reforçando as vitórias e estimulando-a não desistir! Você pode facilitar chamando a atenção da criança quando esconde os objetos, e fazendo os movimentos mais lentamente, como se fosse em câmara lenta. Por exemplo: pegue um urso, mostre-o à criança e vá dizendo que vai escondê-lo, até o momento que realmente o colocou sob o pano: aí incentive a criança a procurá-lo.


     Caixas e recipientes de vários tamanhos pode-se brincar de encaixar, empilhar e guardar coisas dentro. Isto, além de ajudar a coordenação motora da criança, proporciona uma noção de cores, formas e tamanho dos objetos.



      Com tinta deixe a criança pintar num papel, no início ela usará os dedos, depois introduza pincéis, rolinhos, buchinhas e outros. 
       A bola é um meio rico de brincar com a criança. Comece só com duas pessoas- num jogo de dar e receber a bola ou balão, rolando-a no chão. Brincadeira de imitação. Aos poucos, quando a criança já tiver compreendido a brincadeira, entre com outras crianças ou adultos.

     Brincar de esconde-esconde; esconder-se atrás dos móveis ou em outros locais que sejam de fácil acesso à criança, que pode estar andando ou engatinhando.

     Brincar de faz de conta e de contar histórias. Livros com figuras grandes e pouco detalhes, nomear e imitar os animais ou personagens da história. Pode utilizar objetos, fantoches e dedoches.

4 comentários:

  1. Seu Blog é simplesmente maravilhoso! Parabéns!
    Adorei as sugestões de atividades.
    Andei procurando em vários sites e não achei nada igual. Por acaso você teria outras sugestões de Blogs, sobre Terapia Ocupacional para pesquisarmos?
    Que Deus te abençoe e te encha de sabedoria a cada dia.

    Um grande abraço,

    Regilane

    ResponderExcluir
  2. O seu blog é sensacional!!! Parabéns. Fico muito feliz ao ver profissionais tão capacitados como vc.
    Vc trabalha aqui no Rio?

    Abraços,
    Juliana Muniz

    ResponderExcluir
  3. Parabéns o seu blog é simplesmente maravilhoso, sou professora em uma escola de Educação Especial e as suas dicas são norteadoras para o meu meu Projeto de Estimulação Sensorial e o desenvolvimento do meu trabalho pedagógico.
    Que Deus ilumine a sua caminhada para que possa continuar partilhando conosco a sua sabedoria.


    Meu Blog:
    www.ensinareaprender-crisreis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Cristiane Reis,

    Seja bem-vinda!
    gostei muito do seu blog.Adorei os livros sensoriais
    adorei o livro do Circo e dos animais.Que idéia legal!
    Parabéns!
    Amém.
    beijos

    ResponderExcluir